terça-feira, 24 de agosto de 2010

Oficina nº6 "Filme: Curupira - juro que vi"


Nesta oficina a sala da instituição foi transformada em um pequeno cinema simples e confortável. Utilizando o projetor multimídia, passamos o filme "Curupira-Juro que vi".
Mas antes a dinâmica foi uma retrospectiva das oficinas. Projetamos no telão todo o material produzido até o momento, fotos e vídeos, com objetivo de proporcionar aos participantes a possibilidade de se verem nesse processo de construção e ao mesmo tempo olhar para tudo que já se havia conquistado.


. . . e mais um pouquinho do livro . . .


Opinião sobre o filme
“Curupira, juro que vi.”

Uma animação leve e gostosa de se ver, aonde todos os personagens são mostrados de maneira fácil de entender. E um colorido que encanta todas as idades.
Este filme também nos mostra que nós também temos do que nos orgulhar, primeiramente de nós mesmos e da nossa cultura, não que as outras não tenham coisas boas, mas valorizar o que é nosso sem se prender a estrangeirismos.

Enfim, esse filme vai muito alem da lenda, e dos seus aspectos ecológicos, o que nós estamos presenciando é o resgate de nossa identidade e nacionalidade. Esta poucas vezes lembrada, e quando ocorre é somente em épocas e situações em que o Brasil está no centro das atenções como na copa do mundo.

A animação é de um nível muito bom, não deixando nada a desejar a Hanna Barbera e Disney,mostrando o que o povo brasileiro é inventivo e capaz e que nossos heróis também merecem destaque.

Quando alguém o pergunta você viu o curupira? Diga que sim pois ele vive no imaginário e na crença popular de um país que apesar da dificuldade tenta ser o melhor lugar do mundo para se viver.

Saul Furtado

Edição: Ricardo Santos

Um comentário:

  1. LINDO!!!! ESTE BLOG ESTÁ NOTA 1.000!!

    COM MUITO AMOR,

    PAULA

    ResponderExcluir